28 Mai 2015

Histórias d’Empreender com Helder Calça

//
Comments0

Empreender é um estado de alma, é um estado de espírito que nos permite ir atrás da concretização de ideias, sejam elas quais forem!

Para mim significa agir, significa correr atrás. Aos 19 anos, do Alentejo para Lisboa, vim com o sonho de fazer sonhar, de fazer o outro feliz com a criação de conteúdos vídeo!
Ao entrar num curso de Produção de Audiovisuais, área na qual trabalhei dois anos, fiz publicidade, curta-metragem e videoclips. Coreografei passerelle de moda, sei lá, até teatro! Entreter, fazer sonhar, sorrir por dentro! Que sentes tu quando te estimulam os sentidos no coração? Com isto ganhei a capacidade de improvisar, de ver as coisas menos estáticas e mais criativas.

As circunstâncias da vida mudaram e o meu percurso alterou, mas o meu estado de espírito não.
Após alguns anos a trabalhar nine to five em ambientes de escritórios e a ganhar dores posturais, vi-me na condição de desempregado e decidi concretizar aquilo que já fazia nas horas vagas, projetos de decoração de interiores, uma paixão… e o fazer sonhar – que referi aos 19 anos – continuava a fazer todo o sentido!

Coloquei anúncios, pesquisei, aprendi, desenvolvi sites que não cheguei a publicar, tive campanha em sites de desconto e pode dizer-se que correu bem. Visitava os clientes, avançava, saía da minha zona de conforto e arriscava!

Pelo meio, fiz várias formações. Tive muito sucesso em 2011? Não! A conjuntura não o permitiu, mas fiz alguns trabalhos. Com 36 anos aprendi produção de eventos, marketing e relações públicas. Queria desenvolver-me, queria perceber como me poderia dar a conhecer, queria aprender mais e mais.

Encontro-me, em 2015, na mesma situação, por términos de contratos e vontades de multinacionais. Senti-me injustiçado, tanto que dei no departamento financeiro onde estava, mas não quero voltar a isso, à precariedade, se tiver de trabalhar 12 horas por dia, que seja para mim, naquilo em que acredito!
Com a experiência passada, estou a encetar com mais maturidade e força, a criação do conceito do negócio, apoiado pelo Portuguese Entrepreneurs: a Lisbon Home Staging (LHS)!

Transformar o imóvel, num negócio rentável com o aluguer sazonal, diferenciando-o da concorrência com rentabilidades de 7 % a 20 %. A LHS oferece serviços completos, para investidores e proprietários.

Transparência, dedicação, abordagens diferenciadoras, paixão e foco para o propósito do cliente. A LHS permite ao cliente a segurança de que o seu investimento trará retornos bem acima dos investimentos «tradicionais».
A honestidade que me pauta, a vontade e a paixão ainda me permitem ir atrás, empreender!

Do futuro ninguém sabe, mas a minha satisfação neste caminho que percorro diariamente, dá-me alento para continuar! Afinal, o princípio de «tentativa e erro», é a única aprendizagem, tentando e arriscando…

 

Artigo realizado por Helder Calça  |  helder.a.s.calca@gmail.com